6 dicas para se preparar para o intercâmbio depois dos 40

Tempo de leitura: 3 minutos

Você é do tipo que acha que intercâmbio é só para adolescentes ou jovens que ainda não começaram uma carreira?

Se você pensa assim, está muito enganado. Cada vez mais pessoas com 30, 40, 50, 60 e até 70 anos estão vivendo suas experiências internacionais.

 “As surpresas são muitas e eu já acompanhei de perto belas histórias.”

Por isso, aqui vão algumas dicas para quem está pensando em passar uma temporada no exterior:

Quais as vantagens de contratar um seguro viagem particular?

1. Não tenha medo do novo idioma

Com o passar dos anos, as pessoas tendem a achar que terão mais dificuldade em aprender uma nova língua e não conseguirão se comunicar. Isso é um mito. As pessoas mais maduras têm foco e são as que mais participam das aulas, estudam e aproveitam ao máximo o que o país tem a oferecer. Elas aprendem rápido e sempre tiram grandes lições de qualquer dificuldade.

2. Esteja aberto a conhecer pessoas

Amizade no intercâmbio é um ponto de preocupação em qualquer idade. Longe da família e dos amigos, o medo é da solidão. Porém, se você estiver aberto a conhecer outras pessoas, bons amigos não faltarão. Você nunca está sozinho em outro país, tem sempre gente de diversas nacionalidades também querendo ampliar a rede de amigos.

3. Esqueça sua rotina

O sucesso de um intercâmbio depende da sua adaptação ao que é diferente. Então, uma dica importante é deixar de lado os hábitos cotidianos. Os horários de suas refeições podem mudar. Você dificilmente conseguirá dormir ou acordar nas horas que costumava fazer isso no Brasil.

4. Abra mão de alguns confortos

Trocar o carro pelo ônibus ou por caminhadas é o mais comum no intercâmbio. O conforto não se compara, mas os benefícios para o meio ambiente e para a saúde também não. Sem falar na chance de apreciar as paisagens dos lugares novos. O mesmo se aplica para o conforto de casa. Para começar, os modelos das casas na Europa são diferentes e a moradia costuma ser cara, por isso, há uma grande chance de você ter que dividir espaço. As vantagens incluem aproximação com diferentes culturas e novas amizades.

5. Verifique sua saúde

Uma das maiores preocupações dos intercambistas é com a saúde. Mas não adianta adiar o sonho da viagem com medo de problemas que possam surgir quando se tem mais que 40 anos. Estar em um país desconhecido sem se preparar para as surpresas é o que não pode acontecer. O primeiro passo é procurar um médico no Brasil antes de pensar no exterior, fazer todos os exames necessários para se certificar de que a saúde está em dia. Depois, é só buscar um seguro de saúde de qualidade e verificar as coberturas – nem todos os seguros protegem você dos imprevistos. Fique atento.

6. Procure ajuda profissional

Especialmente se essa for a sua primeira experiência no exterior, procure uma agência de intercâmbio de confiança ou consultores da própria escola para receber as orientações do destino escolhido. A ajuda profissional, nesse momento, faz diferença para o sucesso do seu intercâmbio.

E o essencial, busque ajuda profissional. Ainda mais se esta é a sua primeira aventura fora do seu país.

Para mais artigos como este não deixa de se cadastrar na Newsletter e para tirar duvidas sobre intercâmbio você pode enviar um e-mail direto para [email protected]189.235.197, um abraço!

Este artigo foi gentilmente cedido por Tiago Mascarenhas.

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente <strong>SEGURO</strong> conosco!