Trabalhando no Aviva Stadium

Tempo de leitura: 4 minutos

Uma das grandes preocupações de quem vem fazer intercâmbio na Irlanda é o tão sonhado primeiro emprego. Enquanto isso não acontece, sabia que é possível conseguir alguns bicos e ganhar uma graninha trabalhando em eventos e jogos?

Assim que cheguei em Dublin, meus flatmates me contaram que já tinham trabalhado em jogos e shows por aqui. Peguei o contato da Drinks2U, empresa que presta serviços para eventos, e enviei meu currículo. Fiquei um tempo esperando sem ter retorno, pois havia chegado aqui em janeiro e, normalmente, os eventos começam em março. Assim que fiquei sabendo que os jogos de fato iam começar, enviei o currículo novamente e fui chamada pra trabalhar com eles pela primeira vez no Aviva Stadium.

O Aviva Stadium é um estádio de futebol com capacidade para 51.700 espectadores, chamado pela UEFA de “Arena de Dublin”. Imagina minha empolgação por ter conseguido meu primeiro dia de trabalho e por ser em um lugar assim?

No e-mail de convocação pro trabalho, a empresa envia todas as informações necessárias, dia, local e hora de trabalho, a roupa e o sapato que devemos usar, e os documentos obrigatórios. Caso você venha pra Dublin trabalhar em eventos, siga absolutamente todas as instruções! É uma boa oportunidade que não pode ser desperdiçada por conta de uma roupa errada ou falta de um documento, certo?

Confira também: 3 coisas que você não deve fazer quando estiver procurando emprego durante seu intercâmbio na Irlanda.

Chegando no estádio, todos os funcionários esperam do lado de fora para serem chamados. Na hora combinada, a pessoa responsável vem nos receber e já checa se todos estão vestidos de acordo e portando a documentação obrigatória. Quando entramos, recebemos um blusão do estádio pra usar e somos divididos em equipes de acordo com a função: alguns vão vender cerveja, outros vão vender cachorro quente, outros irão vender hot whisky e, dependendo do evento, outra pessoa é separada para ficar no carrinho de pipoca.

A gente não entra no estádio pra vender, só ficamos nos corredores do lado de fora, atendendo os torcedores por ali mesmo. Depois que recebemos todas as instruções, costumamos fazer uma pequena “cola” na mão com o valor do produto e do troco dependendo da quantidade vendida, assim nos ajuda na correria do atendimento (não podemos errar no troco, né?!).

Trabalhei em jogos duas vezes. Na primeira vez, em um jogo de rugby da Six Nations, Irlanda x França, eu vendi cachorro quente. A gente fica com uma bolsa térmica com os sanduíches e temos que ficar andando pelo setor onde fomos alocados, oferecendo os lanches.

Gente, eu não sou uma pessoa extrovertida, falante, nada disso. Mas, eu estava super feliz por conseguir trabalhar, então nessas horas a gente deixa nosso lado introvertido pra lá e vai pra cima pra tentar vender! Ofereci os cachorros-quentes como pude, arriscando meu inglês. Tremia toda vez que algum cliente vinha falar comigo! E se eu não entender? E se eu não souber responder? Mas, passando os primeiros atendimentos, o medo passa também!

No segundo jogo que trabalhei, também da Six Nations, Irlanda x Inglaterra, me colocaram pra vender no carrinho de pipoca. Confesso que é bem mais tranquilo pelo fato de não ter que ficar andando pra lá e pra cá e, como era só eu vendendo pipoca, acabei vendendo bem mais que o dia que vendi cachorro-quente. Outra coisa interessante é que as pessoas falavam mais comigo, às vezes ficavam encostadas no carrinho conversando um pouco. Achei o máximo, afinal, eu já estava um pouco mais segura com o meu inglês, então queria mais era falar mesmo!

Ao final do evento, vamos para a sala pra fechar o caixa, prestar contas das vendas e devolver os produtos que sobraram no estoque. Sempre ganhamos um lanchinho merecido depois das horas de trabalho. O pagamento vem depois, na nossa conta bancária, e o payslip (é como chamam o holerite daqui) é enviado no nosso e-mail.

Agora que o verão chegou, os eventos aumentam bastante. Essa é a época que mais tem jogos e shows por aqui, por isso eles nos enviaram uma agenda com todos os eventos do verão, assim a galera pode se programar. É um trabalho bacana, que rende uma graninha que tanto precisamos quando começamos o intercâmbio, além de ser uma boa chance de treinar o inglês!

Então, aproveite todas as oportunidades de trabalho que aparecerem não só pela grana, mas também porquê cada uma delas enriquece ainda mais sua experiência como intercambista!

Até mais!

Priscila

Foco, impacto e criatividade

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber <strong>grátis</strong> as atualizações do blog!